O principal objetivo da pesquisa clínica é avaliar a segurança e a eficácia dos novos medicamentos contra o câncer. Ou seja, a pesquisa clínica em oncologia busca encontrar o melhor caminho de tratar o câncer e, consequentemente, ajudar as pessoas doentes.

Não existe outro caminho para se descobrir novos medicamentos ou novas opções de tratamento para o câncer. É necessário passar por todo o rigoroso processo para se obter medicamentos mais eficazes e procedimentos mais precisos contra a doença. O grande diferencial para o paciente oncológico diante da possibilidade de participar de um estudo clínico é a possibilidade de utilizar uma medicação "de ponta" que está sendo amplamente monitorada.

Além do estudo de novos medicamentos, também são realizados estudos de novos procedimentos cirúrgicos, técnicas de tratamento radioterápico e estudos de prevenção para evitar o desenvolvimento de doenças.

Vantagens de participar de pesquisa clínica

As principais vantagens de participar de uma pesquisa clínica são:

  • Ter a oportunidade de tomar um novo medicamento contra o câncer que ainda está em fase de testes, que ainda não está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e nem é comercializado. Mas isso não vale só para medicamentos, o paciente também pode, por exemplo, realizar um procedimento cirúrgico utilizando uma nova técnica.
  • As consultas e exames são todos agendados previamente e são todos cobertos pelo estudo clínico sobre o câncer.
  • Durante todo o estudo clínico existe a necessidade de que a informação e os dados coletados sejam corretos e precisos, com isso, o paciente terá sua saúde monitorada e acompanhada pela equipe.
  • Durante todo o estudo o paciente não tem nenhuma despesa.
  • O paciente colabora com o desenvolvimento de um novo medicamento para o tratamento do câncer.
  • O paciente participante de um estudo clínico estará ajudando outras pessoas com câncer.

Benefícios

Existem diversas razões pelas quais um paciente se interessa em participar de um estudo clínico, como a cura da doença, melhora na qualidade de vida, aumento da sobrevida (em casos de cânceres avançados), o fato de contribuir com o combate ao câncer e a possibilidade de serem os primeiros a tomar um novo medicamento.

Riscos. Sim, existem!

O risco mais importante e que você deve avaliar antes de entrar no estudo é o aparecimento de efeitos colaterais decorrentes dos tratamentos. Procure saber quais são os efeitos colaterais esperados e saiba que alguns inesperados também podem ocorrer. Em pesquisa clínica, os efeitos colaterais são denominados eventos adversos.

Os efeitos colaterais que eventualmente possam surgir durante a realização do estudo clínico são tratados e documentados imediatamente, devendo ser encaminhados como um comunicado para ciência do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP). Nos casos em que os efeitos colaterais possam pôr em risco a saúde do paciente, a medicação é imediatamente suspensa, sendo instaurado de imediato o tratamento necessário para suprimir o evento. Os medicamentos do estudo poderão ser posteriormente reintroduzidos ou definitivamente suspensos. Todos os eventos adversos são reportados ao CEP.

No Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), devem estar descritos os efeitos colaterais esperados. Por isso é muito importante ler com atenção e perguntar ao médico investigador a respeito.

Lembre-se: Determinados eventos também podem ocorrer durante o tratamento quimioterápico tradicional, como, por exemplo, queda de cabelo, náuseas e vômitos. Por isso, analise e compare os efeitos colaterais das opções de tratamento contra o câncer às que será submetido. Outro risco é a possibilidade do tratamento ou do novo medicamento contra o câncer não comprovar a eficácia esperada, ou seja, não funcionar da forma desejada.

Converse com seu médico sobre pesquisa clínica!

Fontes:
Instituto Oncoguia [Internet]. Disponível em:
http://www.oncoguia.org.br/conteudo/pesquisa-clinica/138/50/

Imagem de Reichow - Centro de Pesquisa

CONHEÇA

Reichow Centro de Pesquisa

O Centro de Pesquisas da Clínica de Oncologia Reichow oferece toda a infraestrutura necessária para as investigações, com consultórios equipados, equipe de dedicação exclusiva à pesquisa, apoio técnico científico e multidisciplinar.

A Pesquisa clínica ou estudo clínico é um processo de investigação científica em seres humanos para desenvolvimento de novos medicamentos e/ou procedimentos ou então para novos esquemas/combinações terapêuticas com medicamentos já aprovados.

SAIBA MAIS
icon-natela Natela - Soluções Web